segunda-feira, 27 de abril de 2015

USK Açores_ Encontro 8 (#3)


A caminho, distraí-me com os volumes que se salientavam na paisagem. Uma «pequena casa» em aço Corten, muito polémica (pela implantação) mas, na minha opinião, muito interessante pela expressão conseguida resultante da relação estabelecida entre os materiais e a forma naquele «parapeito» que a natureza ofereceu. Julgo que o projeto  da casa enferrujada é do Arquiteto luís Almeida Sousa.




(Pilot G-tec-C4 e aguarela, grafite e lápis de cor)                                                                                                              | «in situ» |

Gorreana [sem verde]

No passado dia 14 fui à fábrica de Chá Gorreana. Sabendo de antemão os verdes que ia encontrar, ia já com a ideia de desenhar. Só quando me sentei com o chá à minha frente é que dei conta que não tinha levado as aguarelas. Nem sequer o estojo levei! Estava equipada com o diário gráfico e uma lapiseira (emprestada).
Mas isto obrigou me a olhar para paisagem de uma forma diferente. A não traduzi-la em mancha de cor, como talvez fosse o mais óbvio neste caso, mas em traços. Diverti-me muito a fazer este desenho. No outro dia comentava este episódio com a Alexandra (Baptista) e a mesma comentou este vício nas aguadas... Neste caso fui mesmo forçada em deixá-lo de parte. E ainda bem!

domingo, 26 de abril de 2015

"Woodstocking" no Solar da Graça

Regra geral, apetece-me desenhar em ambiente de concerto, mas o ambiente nem sempre o permite. Neste em particular, pela natureza do espaço, pude fazê-lo à vontade. Com o desafio de desenhar "de cima".
O Solar da Graça é palco de bodas de casamento e baptizados, pelo que é interessante ver o espaço num registo tão diferente como o foi neste concerto, com pessoas sentadas no chão a ouvir safoxone e hang drum.
Sãbado perfeito com excelente música, excelente companhia e... desenho!

8º Encontro Urban Sketchers

No primeiro desenho não tive tempo para acabar pois tive que ir a "correr" para o Convento da Caloura

Quando chegámos ao convento sentei-me e desenhei...Não apanhei muito do que disseram..Infelizmente...

No centro cultural da Caloura...Novamente não estava lá dentro quando começaram a explicar algumas das obras...portanto perdi muita informação.

Já no final visitamos uma Ermida e lá dentro aproveitei e fiz esse desenho.

8º Encontro Urban Sketchers na Caloura


Um pescador no Porto da Caloura. 


Depois de termos estado no Porto da Caloura fomos visitar esta Igreja.




Eu não ligo muito para as marcas e os modelos dos carros mas adoro carros antigos como este.



Lago.




Estatua sem braços. 


No Centro Cultural da Caloura.


Depois fomos a Ermida. 


Fiz este desenho a saída da Ermida. 







sábado, 25 de abril de 2015

USK Açores_ Encontro 8 (#2)

No Centro cultural da Caloura, fomos recebidos pelo Pintor Tomaz Borba Vieira. É uma simpatia e um excelente conversador, a corresponder à ideia que dele fazia. Tentei desenhar mas optei por lhe seguir as palavras e as coisas que o espaço me oferecia. Nunca ali tinha estado e fiquei surpreendida com a coleção que é vasta e interessante, iniciou-a muito cedo...  «podia ter-me vestido melhor mas, dicidi gastar dinheiro nestas coisas...» disse-o em frente a um Canto da Maia... uma das peças da sua coleção e da atual fundação.
A exposição que não se apresenta numa lógica cronológica e faz da linha nas suas diferentes aplicações e dimensões (enquanto elemento gráfico e expressivo ou construtivo) o elemento de ligação entre os diversos trabalhos...


Tentei apanhar Tomaz -o professor- rodeado de gente foi contando histórias e explicando o que ali estava... tinhamos o tempo contado, foi uma pena não termos prolongado a nossa estada.
Enquanto uns seguiram para a Ermida de São Pedro Gonçalo Telmo nós fomos ao Portinho, ainda não tinha lá estado, além disso estavamos com o António e a ermida era distante...

(Pilot G-tec-C4 e aguarela, grafite e lápis de cor)                                                                                                                 | «in situ» |


sexta-feira, 24 de abril de 2015

USK Açores_ Encontro 8 (#1)

O dia Internacional de Monumentos e Sítios teve como tema "Monumentos e Sítios: Conhecer, Explorar, Partilhar". 
Para assinalar esta data, a HS - Histórias Sábias-Património Cultural, Artístico e Arqueológico, associou-se ao grupo Urban Sketchers Açores para promover uma visita guiada por alguns pontos de interesse histórico e cultural da Caloura. 
O ponto de encontro foi no Porto da Caloura às 14:00.
Eu cheguei tarde (que pena) e fui ter à ermida do convento da Caloura. Estava cheia de pessoas interessadas no que o Pedro Pascoal tinha para dizer sobre o espaço. Achei curioso, havia muita gente com vontade de participar, todos tinham algo a dizer sobre o convento, sobre a época...uma plateia informada!!! 


Não consegui apanhar a essencia do lugar e decidi sentar-me do lado de fora...  pouco depois estava na hora de sair e entrámos nos jardins do convento. 
«Mamã, mamã esta vista é muito valiosa, não é??» perguntava o pequeno António, deslumbrado com o arrojo do «postal».
Ao longe avistam-se SCUT na montanha e em baixo as duas praias (pequena e grande) de Água d'Alto..
... e mais perto de nós, à direita, o Portinho da Caloura avistado, também, pelo miradouro do Pisão (lá no alto).
Depois, conforme previsto, fomos ter com o Pintor Tomaz Borba Vieira que nos esperava no Castelo Centro Cultural....

(Pilot G-tec-C4 e aguarela, grafite e lápis de cor)                                                                                                 | mais aqui: «in situ» |

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Regresso a São Miguel.


Pessoas a espera do avião. 


A vista que eu tinha da pista. 


Em quando estava a espera do avião, que atrasou, encontrei esta menina (também a espera do mesmo avião) que estava a desenhar tal como eu. 


A irmã dela estava a fazer palavras-cruzadas.


Depois a mãe da menina ficou quieta para ela a desenhar e eu aproveitei e também a desenhei.


No aeroporto depois de chegar fiz este desenho em quando esperava que o meu tio me fosse buscar. Adorei esta viagem e espero voltar ao Porto. 

terça-feira, 14 de abril de 2015

6º Encontro USK Norte.


Tive sorte que quando estive no Porto no dia 28 de Março comemorou-se o Dia Nacional dos Centros Históricos e então na Sé do Porto realizou-se a 1ª edição do Mercado de Arte do Porto e houve o 6º Encontro USK Norte.


Haviam várias mesas onde os artistas vendiam os seus trabalhos. 



Inicialmente os meus pais achavam que me iam deixar nos USK e iam dar umas voltas pelo Porto mas quando viram que eu não conhecia ninguém e eram todos mais velhos do que eu não me quiseram deixar lá sozinha. 


Artistas a venderem os seus trabalhos.


Achei o trabalho deste senhor muito interessante porque ele fazia estátuas do Galo de Barcelos e depois decorava-as para parecerem o Homem-Aranha e o Batman. 


Esta senhora vendia uns sabonetes perfumados. 


Estátua de Vimara Peres.





Ultimo desenho antes de ir almoçar.


Durante o almoço afastei-me um pouco do grupo e fui até o Largo das Flores onde desenhei este grupo de pessoas num jardim.


Depois fui até a Igreja Monumento de São Francisco.


Nas catacumbas da Igreja Monumento de São Francisco. 



Depois voltei para o grupo e desenhei esta senhora a vender as suas telas. 


Em quando estava a fazer este desenho esta senhora reparou que eu a estava a desenhar e depois no final mostrei-lhe o desenho e ela gostou porque disse que estava muito simples mas dava para perceber que era ela.  


Mesmo antes de o encontro acabar juntei-me aos outros artistas que estavam a desenhar esta vista e também a desenhei. Foi um dia muito bem passado. 


segunda-feira, 13 de abril de 2015

Serralves.


A pá gigante de Serralves.


A casa cor-de-rosa, por dentro esta casa e muito bonita.


A livraria.